Fernando de Noronha

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

   Fernando de Noronha, genteeeeeeee!

Sabe aquele lugar que faz parte do top 10 de lugares que você sonha em conhecer, então, Noronha era um deles.

E realmente é um lugar dos SONHOS.

Fui com as minhas amigas do Quarteto Radical,  chegamos lá e estava chovendo, a chuva nos acompanhou a viagem inteira e acreditem que mesmo assim não nos atrapalhou em NADA. Pelo contrário, recebemos muitas mensagens de pessoas que já foram 9x para Noronha e nunca conseguiram ver a famosa Cachoeira do Sancho, que só se forma devido a chuvas constantes. Vamos lá. Vou contar para vocês como foram esses dias mágicos nessa ilha incrível!

Chegamos no aeroporto e fomos recebidas pela Atalaia Noronha, que é o melhor receptivo de Noronha, membro do Grupo Luck, o maior conglomerado de empresas de receptivo do Brasil. A Atalaia é a empresa de passeios mais tradicional da ilha. São mais de 24 anos de história tratando o meio ambiente com muito respeito e promovendo atividades que valorizam e exploram Fernando de Noronha de forma consciente. Investimos e priorizamos os guias e instrutores locais, no caso o nosso foi o “Tapyoca” que conhece cada pedacinho desta ilha, assim trazendo a melhor experiência possível em Fernando de Noronha. Além de guia ele é o melhor fotografo rs.

Chegamos lá e o Tapyoca nos levou para almoçar no renomado restaurante Cacimba Noronha, com a presença do Chef Auricelio Romão que preparou vários pratos maravilhosos e sobremesas de dar água na boca!

De entrada comemos Lula á doré (anéis de lula dourados em farinha especial da casa, servido com sour cream) com Iscas crocantes do Lu (iscas de peixe empanada com farinha especial de amêndoas e castanhas com batatas fritas douradas acompanhada de molho de mostrada e mel).

O prato principal foi Camarão & quiabo ao perfume de açafrão da terra (Camarões refogados com cebola e alho poro, envolvidos com quiabo, toque de açafrão da terra, servido com arroz de JACA, que é uma delicia, eu nunca tinha comido e amei).

Carne de sol do cachorrão- Au-au (Carne de sol grelhada na manteiga de garrafa, servida com arroz da casa, queijo coalho grelhado, farofa de ovo e vinagrete de cebola roxa).

Camarões ao creme de Jerimum e blue cheese (Camarões puxados com azeite e cebola, envolvidos em creme de jerimum e toque suave de gorgonzola, servido com arroz de brócolis, coco e castanha).

E de sobremesa ainda teve os famosos Churros crocantes a Daniela e Malu Mercury (Recheados com doce de leite e Nutella, polvilhados com açúcar e canela e servidos com sorvete),

Como também o Pudim de doce de leite (Pudim de doce de leite com creme de queijo, sorvete de creme e farofa crocante).

Saímos de lá rolando de tanto comer, rs.

Lembrando que o fuso horário de Noronha é alinhado com a Linha do Equador, por isso é 1h a mais que o horário de Brasília, ficando com o mesmo horário no período em que vigora o horário de verão.

Finalizamos a tarde no mirante do Boldró, que tem uma vista incrível para o morro dos dois irmãos e já deu para sentirmos bem a energia da ilha.

Depois fomos para a Pousada do Marcílio, que faz parte do grupo da Ecocharme, é uma pousada super aconchegante e bem localizada, fica próxima das praias do Boldró e Cacimba do Padre e tem um custo benéfico ótimo, além de Horta própria e  um café da manhã maravilhoso. O pessoal do atendimento é super atencioso e nos deu varias dicas, falando nisso…

Vamos lá as dicas:

A voltagem da ilha é 220v com energia gerada a base de óleo diesel.

As atividades da Atalaia não incluem o ingresso ao Parque (99,00 reais- 10 dias), a taxa de permanência (TPA)  (1 dia- 68,74) e/ou outros valores para acesso aos locais de visitação.

Leve dinheiro em espécie pois lá não tem banco Itau e eu só vi Santander e do Brasil.

Sinal de internet é um pouco difícil, a Vivo quase não pega, a Claro só ás vezes e a Tim pega nem sempre tem sinal.

Leve bastante repelente pois tem muitos pernilongos ou muriçocas. Levei mais de 80 picadas durante a viagem, na próxima vez vou  tomar até complexo B.

A água potável é bastante escassa, portanto seu consumo deve ser sempre racionado, e seu custo é bem alto, uma garrafa de 1,5L custa 9,00 reais.

Levem chinelos e sandálias sem salto.

Se eu lembrar de mais alguma vou escrevendo lá embaixo…

A noite comemos um hamburguer gigante, muito bom por sinal, mas era tão grande que não aguentei comer metade e olha que eu como bem, hein, haha!

No segundo dia, começamos com um passeio com a  Atalaia Noronha pela Trilha do Sancho que tem uma visual alucinante para o Morro Dois Irmãos, lá aproveitamos para garantir algumas fotos, pois até com chuva o lugar é perfeito!

Depois seguimos para a Cacimba do Padre, aonde em dias de surf rola altas ondas. Abriu o SOL e como trata-se de uma ilha o tempo muda de uma hora para outra, então não deixe de aproveitar nenhum momento.

Depois pegamos uma trilha para a Baía dos Porcos, lá fizemos mergulho com snorkel (que alugamos na vila antes de começar o passeio cerca de 20,00 reais o dia), vimos diversos peixinhos e fizemos altas fotos debaixo d’ água, a cor da água lá é verde! A coisa mais liiiiiiinda!

O almoço foi no Museu dos Tubarões, que é um museu e restaurante que tem tudo relacionadas ao nosso querido Tuba.

Aproveitamos para experimentar algumas delicias como Moqueca de Camarão (Moqueca Pernambucana), o Espaguete ao sugo com camarões e uma Moqueca de Frutos do Mar, tudo muito saboroso!

Lá perto mesmo, garantimos a famosa foto com o rabo de sereia e logo depois seguimos para a Capela, onde fizemos altas fotos e apreciamos o final de tarde com uma vista maraaaa!

Finalizamos o dia com um churrasquinho com a galera local da ilha que nós recebeu muito bem.

No terceiro dia, fizemos um passeio chamado ilha tour também com a Atalaia Noronha,  eles nos levaram para conhecer um pouco mais de cada pedacinho desta Ilha encantadora!

Primeiro fomos na Praia do Cachorro e aproveitamos para conhecer a famosa piscina natural chamada de Buraco do Galego, de lá, já seguimos de snorkel para mais duas aventuras. Primeiro fomos conhecer a Caverna do Capitão Kid, um lugar iradíssimo com uma energia inexplicável, nadamos bastante pelo mar para chegar, mas vale muito a pena. Vá com quem conhece bem a ilha, pois o acesso não é fácil.

Depois seguimos para a Biboca, lá tivemos o prazer de ver tartarugas, muitos peixes, arraia e o tubarão Lambaru ou lixa como também é conhecido! Veja aqui um pedacinho desse dia.

Indo embora passamos na Gameleira.

E finalizamos o passeio na Praia da Conceição no bar Duda Rei, fazendo fotos incríveis de sereia com o Breno.

O jantar hoje foi no Cacimba Noronha e tivemos mais uma vez uma experiência gastronômica maravilhosa.

De entrada comemos um ceviche mara e pastel de lagosta com molho de redução de maracujá e pimenta biquinho e gengibre, simplesmente sensacional!

De prato principal comemos um Gratinado do Mar ao Sertão, que leva carne de sol envolta com queijo, camarão e uma farofa! Para finalizar com chave de ouro, comemos um brownie de chocolate com sorvete! Quem vier a Fernando de Noronha tem que conhecer o Cacimba Noronha e os pratos saborosos elaborados pelo Chef Auricelio Romão!

No quarto dia, mudamos de pousada, fomos para a Pedra do mar que também faz parte do grupo Eco Charme. Foram ótimas  opções de hospedagem e com custo benefício muito bom.

Iniciamos com a trilha do Sancho para conhecer as famosas cachoeiras que se formam quando chove. Que sorte a nossa de termos presenciado esse momento, muitas pessoas nos disseram que já foram muitas vezes para lá e nunca conseguiram ver a cachoeira.

Após o almoço, fomos conhecer o Forte Nossa Senhora dos Remédios, rico em histórias da ilha e repleto de beleza em cada canto.

Em seguida, fomos visitar a Igreja Nossa Senhora dos Remédios que também é muito charmosa. Por fim, passamos no Porto para ver o letreiro da cidade e o pôr do sol.

No nosso último dia, começamos com um passeio de barco pelas praias da ilha.

Logo depois, fizemos o Prancha Sub (clique aqui para ver um pouco), para conhecer um pouco melhor da rica vida marinha. Pra quem não conhece, a prancha sub é uma pranchinha que é puxada pelo barco e com ela a gente consegue ter a sensação de voar ou planar na água.

Por fim, fizemos vários clicks irados com o Neuronha. Infelizmente nossa trip acabou por aqui, mas se Deus quiser voltaremos em breve para aproveitar os lugares que não conseguimos conhecer, pois a ilha é muito maravilhosa.

Quem quiser saber mais sobre esta e outras aventuras, pode entrar em contato com a Atalaia Noronha ou acessar: www.atalaianoronha.com.br 🙏🏻🙌🏻🐠⛵️

Após Noronha, fomos a convite do Regateio Viagens para a Pousada da Praia dos Carneiros com a Luck Viagens que sempre nos recepciona muito bem em Recife.

Ficamos apenas um dia lá e estava chovendo muito, então não deu para conhecer a praia, mas com certeza voltaremos em breve também.

Marcas parceiras desta viagem: Mohala Brasil , Caju Brasil, Kalini Beachwear e Pro Risca.

Foi incrível demais essa trip!

Até a próxima…

@thataluz